Três Lagoas, 102 anos de progresso

14/06/2017

Três Lagoas, 102 anos de progresso

Em 1915, o município de Três Lagoas foi criado através da Lei Estadual 706. Portanto, são 102 anos de vida útil, pujante, comemorados no dia 15 de junho. É o que o que se vê no dia a dia deste belo,  admirável e aprazível local do Estado  de Mato Grosso do Sul. 
        Honras ao município, honras à encantadora cidade de Três Lagoas, a Terra da Solidariedade, onde todos se unem e se confraternizam diariamente, num abraço fraternal de verdadeiros irmãos, sem distinção de cor, raça ou denominação religiosa. É bem a exemplificação do amai-vos uns aos outros, como Jesus nos pediu.
        Em Três Lagoas, compreende-se bem o sentido da afirmação do filósofo grego Aristóteles, que muito antes de Cristo dizia que o homem é um animal social, animal no bom sentido, o sentido daquele que vive, atua e progride respeitando os seus limites e o dos seus semelhantes, para o bem e a ordem da sociedade, visto que, conforme afirmam os Espíritos, na questão 768 de O Livro dos Espíritos, de Allan Kardec, o homem deve progredir, mas sozinho não o pode fazer porque nenhum  homem dispõe de faculdades completas;  precisa, pois,  do contato dos outros homens, uma vez que no isolamento, ele se embrutece. 
        Neste ponto, é interessante destacar o dinamismo de todos os que vivem e atuam em Três Lagoas, exemplificando isso na figura do casal: jornalista Luiz Corrêa da Silveira Filho e Elzi Terezinha Garcia  Corrêa, que se desdobram, amorosamente, na atividades do Grupo Espírita José Grosso e Maria João de Deus e nos jornais: Correio de Três Lagoas e Jornal Espírita de Três Lagoas.
        Três Lagoas é só felicidade e progresso, desde os tempos de um de seus filhos ilustres, o saudoso Ramez Tebet, seguindo pela sua filha e atual senadora da República, Simone Tebet, que antes se elegeu prefeita de Três Lagoas, seguida por Márcia Moura e, agora, por Ângelo Guerreiro, o prefeito atual, que vem se destacando com uma administração prática e eficaz. 
        Por tudo isso, envio, a Três Lagoas,  a  a minha saudação:

        Três Lagoas, 
        Tu vives em nosso corações;
        Linda terra, 
        De ti, só  belas recordações.
        Tuas fontes, tuas cascatas,
        Tuas belezas, enfim,
        Vivem sempre a cantar
        Dentro de nós, bem junto a nós.
        Relembrando as tuas belas serestas
        Ao som de violões e festas
        E a mocidade a cantar, 
       Vibrando  só coisas boas:
        Óh, como é bela
        Nossa querida Três Lagoas!!!
                                                            
 

   (Altamirando Carneiro)