Com o Terminal STS07, no Porto de Santos (SP) Fibria eleva competitividade logística

24/07/2017

Com o Terminal STS07, no Porto de Santos (SP) Fibria eleva competitividade logística

Na Fibria, empresa brasileira líder mundial na produção de celulose de eucalipto a partir de florestas plantadas, a logística integrada às áreas de floresta e indústria é um dos seus diferenciais competitivos. Com a aproximação do início das operações da sua segunda linha de produção de celulose de eucalipto em Três Lagoas (MS), a companhia avança na construção das novas estruturas do terminal no Porto de Santos (SP), conhecido pelas siglas STS07, reafirmando o posicionamento como líder de mercado de produção de celulose.

Obras já utilizaram sete mil metros de estacas

As novas instalações com dois espaços, um de 20.900 metros quadrados e outro com 12.100, utilizaram grandes quantidades de materiais para o processo de construção. Por exemplo, as estacas utilizadas na obra até o momento, se colocadas em fileira, já somam sete mil metros. As estacas são elementos de fundação de uma obra e podem ser comparadas às raízes de uma árvore.

Você sabia?

Cerca de 90% de toda celulose produzida nas unidades da Fibria são destinadas para exportação, para clientes na Ásia, Europa e Estados Unidos. Por isso, o terminal da Fibria em Santos (SP), o STS07, possui uma área total de 33 mil metros quadrados, equivalente a um terço do nono maior estádio de futebol do mundo, o Maracanã, no Rio de Janeiro.

 

 

Fibria