Assistência Social de Três Lagoas firma parceria com a Faculdade de Medicina

07/03/2018

Assistência Social de Três Lagoas firma parceria com a Faculdade de Medicina

Parceria resultará na melhoria da qualidade de vida dos idosos do SCFV “Tia Nega”

A Prefeitura de Três Lagoas, por meio do Departamento de Proteção Social Básica da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), firmou  parceria com a Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Unidade II do Campus Três Lagoas. A parceria, já iniciada nesta terça-feira (6), tem como finalidade a realização de aulas práticas de geriatria dos estudantes de Medicina, na unidade do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV “Tia Nega”, às terças-feiras, no período das 7h às 11h, até o final do mês de junho, ou seja, até o final deste semestre letivo. São 64 alunos da Faculdade de Medicina da UFMS que atenderão, com orientações práticas do professor, a cerca de 10 idosos por dia, realizando diversas atividades práticas, como avaliações de saúde, orientações para uma vida saudável e, se necessário for, agendamento para novas avaliações. Nas avaliações básicas da saúde dos idosos, os estudantes de Medicina realizarão uma entrevista e preencherão um determinado questionário de informações sobre moradia, situação atual da saúde, possíveis doenças, problemas ou não de audição e oftalmológicos, uso de medicamentos e as principais queixas de outros problemas de saúde que os idosos desse SCFV apresentarem. Como antecipou a diretora do Departamento de Proteção Social Básica da SMAS, Maurelice Nunes dos Santos, no decorrer desse estágio prático de saúde geriátrica, os estudantes de Medicina estarão também realizando  “um mini exame do estado mental do participante do SCFV ‘Tia Nega’, com o objetivo de avaliar as funções neuropsiquiátricas, avaliações da linguagem e memória semântica e avaliação de humor, possibilitando assim a descoberta de possíveis casos de depressão”. Segundo observou Maurelice, esta parceria com os alunos de Medicina “resultará certamente na melhoria da qualidade de vida que desejamos oferecer aos nossos idosos e idosas que participam do SCFV”, disse a diretora da SAS.

Diretoria de Comunicação