13 de Dezembro de 2018

(67) 3521-0808


Home
Meio Ambiente Cidade Política Geral Poesias Economia Acontecimentos Dr. Sérgio Luís Entretenimento Esporte
Fotos Vídeos Contato 103 Anos de Três Lagoas
×





11/04/2018

SEMEC de Três Lagoas oficializa lotação do Profissional da Educação Básica, ocupante do cargo de Professor

A lotação é a indicação da escola onde o servidor tenha exercício e o Profissional da Educação Básica, obrigatoriamente, será lotado em unidade escolar
A Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC) de Três Lagoas normatizou no Diário Oficial de terça-feira (10), na Resolução Nº. 007 /SEMEC/2018, sobre a lotação do Profissional da Educação Básica, ocupante do cargo de Professor. A lotação deverá observar o que está previsto no art. 106, § 1º, §2º e §3º, da lei nº 1609 de 28 de março de 2000. Segundo o documento, a lotação é a indicação da escola onde o servidor tenha exercício e o Profissional da Educação Básica, obrigatoriamente, será lotado em unidade escolar, observados os respectivos quadros de lotação e a necessidade do órgão. A lotação do Profissional da Educação Básica, ocupante do cargo de Professor, foi realizada antes do início do calendário letivo e, dentre os procedimentos que foram obedecidos, estava que o professor que não comparecesse na data indicada, pessoalmente ou por representante munido de procuração, perderia o direito à opção, sendo-lhe atribuídas as aulas remanescentes pela Direção Escolar. No caso do Professor Efetivo perder sua lotação em razão do fechamento de turmas, a Unidade Escolar informaria à SEMEC para proceder à respectiva lotação em outra Unidade da Rede Municipal de Ensino (REME). ATRIBUIÇÃO E CONVOCAÇÃO De acordo com a Resolução a atribuição de aulas complementares ocorrerá após a confirmação de lotação de todos os professores efetivos.  Serão atribuídas aulas complementares nas unidades escolares para suprimento da falta de professor, em caráter temporário, ao professor efetivo que tenha feito o processo seletivo da REME de Três Lagoas para exercício da função de docente; possua habilitação específica para a disciplina ou componente curricular; tenha participado de curso de formação pedagógica nos últimos dois anos; possua um cargo de 20h semanais, não podendo ultrapassar o limite. Ainda segundo a Resolução, a convocação de professor, em caráter temporário, será feita após a lotação do Professor titular e a atribuição de aulas complementares, nas vagas ainda existentes, exigindo do professor o cumprimento dos seguintes requisitos: impreterivelmente estar inscrito e atender às exigências do processo seletivo da REME para exercício, em caráter temporário, da função de docente; possuir habilitação específica para a disciplina ou componente curricular e ter participado de curso de formação pedagógica nos últimos dois anos. A Direção da Unidade Escolar não poderá autorizar o início das atividades do Professor convocado, caso não tenha sido entregue a documentação exigida para a contratação. A SEMEC poderá revogar a convocação do professor, independentemente de solicitação, caso esteja em desacordo com esta resolução e/ou com os impedimentos do Edital do processo seletivo para Exercício, em caráter temporário, da função de docente. Mais informações podem ser obtidas no edital clicando AQUI.

Diretoria de Comunicação

 

Versão Impressa



Mais Lidas

    
  1. Renovação de frota motiva venda de caminhões usados
  2. BANDA KORRERIA 77 É ATRAÇÃO NO ENCERRAMENTO DO MOTO SHOW 2014
  3. ASFALTOS ESTADUAIS NO BOLSÃO CONCLUÍDOS
  4. Centro Cultural recebe obras do Marco para a exposição “Brasil Central”
  5. Fundação de Cultura realiza Oficina de Cerâmica de Bichos do Pantanal em Alcinópolis