Dólar sobe 1,47% e chega a R$ 4,15 com pesquisa eleitoral

12/09/2018

Dólar sobe 1,47% e chega a R$ 4,15 com pesquisa eleitoral

O dólar fechou em alta ontem, após chegar a bater R$ 4,17 mais cedo, de olho do cenário político e nas novas pesquisas eleitorais sobre a corrida presidencial. A moeda norte-americana subiu 1,47%, negociada a R$ 4,1539 na venda, renovando o maior valor do ano e aproximando-se da máxima histórica. Veja mais cotações. Na máxima do dia, o dólar alcançou R$ 4,1785. Na mínima, R$ 4,1334. Já o dólar turismo fechou cotado a R$ 4,3391, sem considerar a cobrança de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). Máximas da moeda A moeda havia batido o maior valor de fechamento do ano no dia 4 de setembro, quando foi cotado a R$ 4,1520. A máxima histórica de fechamento foi em 21 de janeiro de 2016, a R$ 4,1631. Já no intradia, as máximas históricas foram em 24 de setembro de 2015, a R$ 4,2484, e em 21 de janeiro de 2016, a R$ 4,1723. Cenário político e externo O mercado avaliou os resultados da pesquisa Datafolha enquanto aguardava outros levantamentos para ajustar suas posições, entre eles o do Ibope. Os investidores também monitoraram o cenário externo, em que permanecem as preocupações com a guerra comercial entre Estados Unidos e China depois que o presidente norte-americano, Donald Trump, disse que está pronto para impor tarifas sobre praticamente todas as importações chinesas. Na véspera, o dólar caiu 0,07%, a terceira queda seguida, fechando a sessão a R$ 4,0936 na venda. No ano, no entanto, o avanço é de mais de 26%, segundo o ValorPro. No mês, é de cerca de 3%.

Correio do Estado