Meio Ambiente inicia força tarefa de limpeza na Segunda Lagoa

13/09/2018

Meio Ambiente inicia força tarefa de limpeza na Segunda Lagoa

Além da retirada de lixo, uma das bocas de vazão de água pluvial receberá caixas de contenção para evitar poluição nas águas da lagoa

Começou na manhã de quarta-feira (12) e vai até sexta (14) a força tarefa de limpeza e retirada de vegetação da Segunda Lagoa. A ação está sendo realizada pela Prefeitura de Três Lagoas, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Agronegócio (SEMEA), com objetivo de retirar o lixo despejado no entorno e no leito d’água. A força tarefa conta com a parceria de 20 soldados do Exército Brasileiro, o presidente da Associação “Amigos da Lagoa”, Manoel Pimenta, moradores voluntários, além de biólogos e engenheiros ambientais da SEMEA. Esta é a terceira vez que o local recebe este serviço, somente neste ano. O foco continua sendo a preservação das espécies aquáticas, bem como toda a vegetação e fauna existentes na Segunda Lagoa. A poluição da água pode colocar em risco toda esta biodiversidade e causar a proliferação de doenças e endemias. De acordo com o secretário da pasta, Toniel Fernandes, neste primeiro dia, a limpeza está sendo feita manualmente, em toda extensão da lagoa. “Hoje, fizemos a parte braçal com nossos parceiros, retirando lixos despejados irresponsavelmente ao redor do Lago e aos que chegam através das galerias de água pluvial, caindo dentro do leito. Recolhemos, inclusive, móveis velhos, garrafas, vidros e lixo doméstico”, explicou Toniel. Na quinta e sexta-feira, o trabalho continua com auxílio dos maquinários da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Trânsito (SEINTRA), para a roçada do mato que cerca a Lagoa e a retirada da vegetação em torno da boca de vazão, que recebe o despejo de águas pluviais das galerias dos bairros Santo André, Lapa e Jardim Dourados. Neste local será construída uma caixa de retenção. “Após essa limpeza, vamos instalar placas de concreto em torno dessa boca de vazão, formando uma caixa de contenção. Numa parte haverá uma tela para reter toda sujeira que vier junto com as águas e, na segunda parte, será adaptada uma encanação para extravasar essa água, sem lixo, para dentro da Lagoa, reduzindo, também, o assoreamento”, reforçou o secretário. Dona Maria Aparecida Pereira da Silva (47), mora há vinte anos no Bairro Interlagos e, como membro do Conselho Consultivo do Monumento Natural das Lagoas, ajudou voluntariamente na ação de hoje. “É a primeira vez que eu participo da limpeza e pretendo participar outras vezes. Este trabalho beneficia a nós, moradores próximos, porém, a maior necessidade é a preservação da Segunda Lagoa”, destacou a moradora. Em janeiro e junho deste ano foram realizados mutirões, sendo recolhidos 40 e 50 sacos de lixo, respectivamente. O secretário destacou a importância das parcerias para o sucesso da ação. “Agradeço imensamente ao comando do Exército local, que sempre soma forças com a causa ambiental, assim como a Associação Amigos da Lagoa e aos moradores do bairro, preocupados em preservar a nossa Lagoa”, finalizou o secretário.  

Diretoria de Comunicação