Brasil permite virada e cai diante da Alemanha

08/10/2018

Brasil permite virada e cai diante da Alemanha

Seleção abre 2 a 0, mas dá espaço para reação alemã
Na abertura da segunda fase do Mundial, em Nagoia, neste domingo, o Brasil abriu o jogo com dois sets animadores. Algo, porém, desandou. Quando tudo indicava um fim tranquilo, a Alemanha reagiu. E o que parecia ser apenas um susto transformou-se em um caminho sem volta. Pelas mãos de uma incansável Lippmann, as rivais forçaram o tie-break e viraram o jogo: 3 sets a 2, parciais 14/25, 19/25, 32/30, 25/19 e 17/15. Como trouxe a pontuação da etapa anterior, o Brasil, agora, soma 13 pontos no grupo E. A Alemanha tem 11 e a Sérvia segue à frente, agora com 18 pontos. A Holanda enfrentou Porto Rico, e o Japão encarou a República Dominicana pela mesma chave. Apenas três times em cada chave se classificam para a terceira fase. ATUAÇÃO Lippmann foi o grande nome alemão na partida. A oposta, que já era apontada como principal arma ofensiva do time, terminou a partida com 35 pontos. Ao lado dela, Maren Brinker-Fromm foi o outro destaque na reação alemã, com 20 pontos. O Brasil, que fez um grande jogo até o terceiro set, teve em Tandara sua principal pontuadora, com 29 pontos.  “Fizemos dois grandes sets, mas o time delas conseguiu fazer as ponteiras virarem, o que não estava acontecendo antes”, disse Zé Roberto ao fim do jogo. O treino do dia anterior já indicava a opção de Zé Roberto. Com Roberta no lugar de Dani Lins, o técnico tentou dar uma regularidade maior ao seu ataque.

Correio do Estado