19 de Março de 2019

(67) 3521-0808


Home
Meio Ambiente Cidade Política Geral Poesias Economia Acontecimentos Dr. Sérgio Luís Entretenimento Esporte
Fotos Vídeos Contato 103 Anos de Três Lagoas
×





03/12/2018

Alunos de Três Lagoas viajam para Canoas para disputar nacional das 22ª Olímpiadas Especiais das APAEs

São sete atletas competindo pelas modalidades atletismo, tênis de mesa, natação, bocha e capoeira


Os alunos da APAE de Três Lagoas desembarcam nesta segunda-feira (03), em Canoas – RS, para participar da 22ª Olímpiadas Especiais das APAE’s.  A competição reúne aproximadamente 160 atletas de 23 Estados, disputando pelas modalidades: atletismo, futsal, futebol society, basquete, handebol, tênis de mesa, natação, bocha e capoeira. Com apoio da Secretaria Municipal de Esporte, Juventude e Lazer (SEJUVEL), Três Lagoas será representada por sete atletas da APAE local, que conquistaram a vaga para a etapa nacional após vencerem as Olímpiadas da APAE de Mato Grosso do Sul. O três-lagoense Douglas Silva Soares disputa no tênis de mesa pela categoria Down. No atletismo T20, competem Samuel Henrique, Emerson Dias, Daniel Silva e Gabriel Silva. André Luiz Barroso Filho busca o troféu em bocha e no tênis de mesa T20, estão Paulo Roberto Ferrari e Emerson Santos. Os jogos seguem até sábado (08), sendo que, hoje acontece a recepção das delegações, congresso técnico e cerimônia de abertura. A equipe Três Lagoas é acompanhada e coordenada pelos professores Roney Ferreira de Araújo e Maryland Batista. A competição é realizada pela Federação Nacional das APAE’s (FENAPAES), a Federação das APAE’s do Rio Grande do Sul, Unidade Canoas, e Universidade Luterana do Brasil (ULBRA).  

Diretoria de Comunicação

 

Versão Impressa

×

25 de Abril de 2019 - Nº 532

Jornal Impresso



Mais Lidas

    
  1. PSICOLOGIA AEMS: MAIS UM RECONHECIMENTO DO MEC
  2. Longe dos problemas na Coluna
  3. ‘Não desistiremos do Brasil’, diz viúva
  4. Rodada define semifinalistas do Sul-Mato-Grossense sub-19
  5. Desmatamento na Amazônia já afeta o clima. Entrevista com Antonio Donato Nobre, INPE