19 de Março de 2019

(67) 3521-0808


Home
Meio Ambiente Cidade Política Geral Poesias Economia Acontecimentos Dr. Sérgio Luís Entretenimento Esporte
Fotos Vídeos Contato 103 Anos de Três Lagoas
×





06/05/2019

Saúde de Três Lagoas confirma terceira morte por Gripe H1N1 no Município

Trata-se de um homem, que cumpria pena no Estabelecimento Penal de Segurança Média e que veio a óbito no dia 1º de maio

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas, por meio do Setor de Vigilância Epidemiológica da Diretoria de Vigilância em Saúde e Saneamento, informa à população a confirmação de mais uma morte por Gripe Influenza A, tipo H1N1.

Trata-se de um homem de 64 anos, que cumpria pena no Estabelecimento Penal de Segurança Média de Três Lagoas e que veio a óbito na quarta-feira passada, feriado do dia 1º de maio.

Com a ocorrência deste óbito, confirmado pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Mato Grosso do Sul (LACEN-MS), por meio da Agência Estadual do Sistema Penitenciário de Mato Grosso do Sul – AGEPEN/MS, Três Lagoas passa a ter registro de três casos de morte por Gripe H1N1, em 2019.

VACINA CONTRA A GRIPE

A imunização mais segura e insubstituível contra a Gripe Influenza A é a vacina, que neste ano possui propriedades de “Vacina Trivalente”, ou seja, como explicou a coordenadora do Setor de Imunização da SMS, enfermeira Humberta Azambuja, “a vacina imuniza as pessoas contra os dois tipos da Influenza A (H1N1 e H3N2) e contra o vírus da Influenza B”, informou.

Em Três Lagoas, a Campanha de Vacinação Contra a Gripe continua dia 31 de maio em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESF), Unidades de Estratégia de Agentes Comunitários de Saúde (EACS) e na sala de vacinas do Centro de Especialidades Médicas (CEM), de segunda-feira a sexta-feira.

 SINTOMAS

Conforme orientam os profissionais da Saúde, o vírus H1N1 causa os mesmos sintomas das outras versões do vírus da Gripe, ou seja, o paciente apresenta sintomas de febre alta, mal-estar, dores de cabeça, espirros constantes e tosse. Em alguns casos de H1N1, pode haver também dificuldade para respirar ou falta de ar.

Quando os sintomas aparecem, o aconselhável é procurar imediatamente a Unidade de Saúde mais próxima da residência do paciente para o diagnóstico médico e tratamento adequado.

PREVENÇÃO

Além da vacina contra a gripe, que é insubstituível na prevenção da doença, é importante também que as pessoas adotem hábitos saudáveis de higiene e de prevenção de contágio.

Entre as medidas, como ressaltam os profissionais da Saúde, vale lembrar a importância de: não compartilhar alimentos ou objetos pessoais como copos, talheres e toalhas; lavar as mãos com água e sabonete com frequência, principalmente ao sair ou chegar em casa ou no local de trabalho; cobrir a boca e o nariz com um lenço descartável ao tossir ou espirrar; e usar, de preferência e se for possível, o álcool gel na higienização das mãos.

Prefeitura de Três Lagoas

 

Versão Impressa

×

25 de Abril de 2019 - Nº 532

Jornal Impresso



Mais Lidas

    
  1. PSICOLOGIA AEMS: MAIS UM RECONHECIMENTO DO MEC
  2. Longe dos problemas na Coluna
  3. ‘Não desistiremos do Brasil’, diz viúva
  4. Rodada define semifinalistas do Sul-Mato-Grossense sub-19
  5. Desmatamento na Amazônia já afeta o clima. Entrevista com Antonio Donato Nobre, INPE