24 de Março de 2019

(67) 3521-0808


Home
Meio Ambiente Cidade Política Geral Poesias Economia Acontecimentos Dr. Sérgio Luís Entretenimento Esporte
Fotos Vídeos Contato 103 Anos de Três Lagoas
×





29/07/2019

Suzano divulga primeiro Relatório Anual após fusão

Acordo entre Suzano Papel e Celulose e Fibria é fio condutor do documento que apresenta projetos concretizados e objetivos futuros da nova companhia

 

A Suzano apresenta nesta semana o primeiro Relatório Anual da companhia desde a fusão entre Suzano Papel e Celulose e a Fibria, anunciada em 16 de março de 2018 e concluída em 14 de janeiro de 2019. O material traz detalhes sobre a atuação das duas empresas, como desempenho econômico, social e ambiental no ano de 2018, a criação da nova cultura organizacional da empresa, além dos objetivos para 2019.


 

O documento retrata a atuação das duas companhias durante o período de transição, quando ambas se organizaram para uma das maiores fusões da indústria brasileira. A sinergia entre as antigas empresas foi analisada por meio de extensa pesquisa de indicadores de materialidade no período de janeiro a dezembro de 2018, enquanto Suzano e Fibria ainda atuavam separadamente.


 

A nova companhia, que conta com mais de 35 mil colaboradores diretos e indiretos e impacta mais de 2 bilhões de pessoas com seus produtos e serviços, apresenta no Relatório as técnicas de integração entre equipes nas suas 11 unidades industriais, levando em conta o que há de melhor nas duas empresas para que seja criado um modelo que atenda aos desafios da nova Suzano, guiado pelos Direcionadores de cultura da companhia.


 

A publicação ainda traz os resultados das iniciativas de sustentabilidade e projetos de relacionamento com as comunidades, como o Agricultura Comunitária, a Parceria Pela Valorização da Educação (PVE) e do Instituto Ecofuturo, uma organização sem fins lucrativos mantida pela Suzano que visa a transformação da sociedade por meio da conservação ambiental e promoção da leitura.


 

“Em 2018, transformamos um sonho em realidade combinando os ativos de duas grandes empresas, que deram origem à nova Suzano. Vivemos um ano intenso, quando ambas companhias tiveram resultados históricos. Iniciamos o ano de 2019 com a certeza de que estamos abrindo caminhos de forma bastante construtiva e meritocrática, impactando positivamente o Brasil e o mundo”, afirma Walter Schalka, Presidente da Suzano.

 

Para acessar a versão digital do Relatório 2018, clique aqui.

 

 

 

Sobre a Suzano

Suzano, empresa resultante da fusão entre a Suzano Papel e Celulose e a Fibria, tem o compromisso de ser referência global no uso sustentável de recursos naturais. Líder mundial na fabricação de celulose de eucalipto e uma das maiores fabricantes de papéis da América Latina, a companhia exporta para mais de 80 países e, a partir de seus produtos, está presente na vida de mais de 2 bilhões de pessoas. Com operações de dez fábricas, além da joint operation Veracel, possui capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano. A Suzano tem mais de 35 mil colaboradores diretos e indiretos e investe há mais de 90 anos em soluções inovadoras a partir do plantio de eucalipto, as quais permitam a substituição de matérias-primas de origem fóssil por fontes de origem renovável. A companhia possui os mais elevados níveis de Governança Corporativa da B3, no Brasil, e da New York Stock Exchange (NYSE), nos Estados Unidos, mercados onde suas ações são negociadas.

 

 

Suzano

 

Versão Impressa

×

20 de Julho de 2019 - Ano XVII

Jornal Impresso



Mais Lidas

    
  1. PSICOLOGIA AEMS: MAIS UM RECONHECIMENTO DO MEC
  2. Longe dos problemas na Coluna
  3. ‘Não desistiremos do Brasil’, diz viúva
  4. Rodada define semifinalistas do Sul-Mato-Grossense sub-19
  5. Desmatamento na Amazônia já afeta o clima. Entrevista com Antonio Donato Nobre, INPE