24 de Março de 2019

(67) 3521-0808


Home
Meio Ambiente Cidade Política Geral Poesias Economia Acontecimentos Dr. Sérgio Luís Entretenimento Esporte
Fotos Vídeos Contato 103 Anos de Três Lagoas
×





12/08/2019

Microrregião de Três Lagoas esteve representada na 16ª Conferência Nacional de Saúde

Os municípios da Microrregião de Três Lagoas, ou seja, agregando Água Clara, Brasilândia, Bataguassu, Selvíria e Santa Rita do Pardo, estiveram representados na 16ª Conferência Nacional de Saúde, realizada em Brasília no período de 04 a 07 de agosto.

Eleitos nas Conferências Municipais e, posteriormente, na Conferência Estadual, compondo a delegação do Estado de Mato Grosso do Sul, estiveram em Brasília: Geórgia Medeiros de Castro Andrade, eleita representando os gestores da Saúde; Renato Soares, como representante dos trabalhadores da Saúde; e Milton Gomes Silveira e Renilda Rosa Dias, como representantes dos usuários do Sistema Único de Saúde – SUS.

Também participaram, representando a microrregião de Três Lagoas: Gilcirene Cardoso de Souza Mizobata (usuária do SUS de Selvíria) e Jones Moreira Soares da Silva (trabalhador na Saúde de Brasilândia)

No evento, a delegação de Mato Grosso do Sul, atendendo ao convite pessoal do ministro Luiz Henrique Mandetta, teve a oportunidade de visitar a sede do Ministério da Saúde em Brasília e conhecer de perto parte da estrutura funcional deste Ministério.

Em preparação à Conferência Nacional, aconteceram por todo o Brasil mais de três mil conferências preparatórias, incluindo as municipais e estaduais, com a finalidade de “nortear as ações do Ministério da Saúde para o SUS, nos próximos anos”, resumiu Geórgia.

Como ressaltou o presidente do Conselho Nacional de Saúde (CNS), órgão responsável pela organização da 16ª Conferência. Fernando Pigatto, “somos a favor da luta nas suas diferenças e a contribuição de cada segmento da Saúde foi fundamental nesse processo. Estamos construindo coletivamente a garantia do SUS como nós sonhamos”.

O relatório final, que está sendo divulgado, é composto por 31 diretrizes e 329 propostas oriundas de todos os Estados brasileiros. Além disso, foram aprovadas 56 moções que marcaram o posicionamento do evento em relação a diversos temas ligados à Saúde. Entre eles, garantia de direitos, medicamentos, assistências integrais, financiamento adequado e fortalecimento do SUS.

“Vamos receber todas as demandas, classificá-las, aproveitá-las, debater as que estão ligadas com a política pública. Com certeza, dialogar é minha marca. Minha vida inteira foi assim”, assegurou o Ministro Mandetta.

A 16ª Conferência trouxe o tema Democracia e Saúde, trabalhando três eixos: Saúde como Direito, Consolidação do SUS e Financiamento Adequado do SUS.

 

DIRETORIA DE COMUNICAÇÃO

 

Versão Impressa

×

20 de Julho de 2019 - Ano XVII

Jornal Impresso



Mais Lidas

    
  1. PSICOLOGIA AEMS: MAIS UM RECONHECIMENTO DO MEC
  2. Longe dos problemas na Coluna
  3. ‘Não desistiremos do Brasil’, diz viúva
  4. Rodada define semifinalistas do Sul-Mato-Grossense sub-19
  5. Desmatamento na Amazônia já afeta o clima. Entrevista com Antonio Donato Nobre, INPE