16 de Março de 2019

(67) 3521-0808


Home
Meio Ambiente Cidade Política Geral Poesias Economia Acontecimentos Dr. Sérgio Luís Entretenimento Esporte
Fotos Vídeos Contato 103 Anos de Três Lagoas
×





11/09/2019

Meio Ambiente dá início ao projeto de revitalização da Segunda Lagoa

Há meses, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agronegócio (SEMEA) vem desempenhando, com excelência, o trabalho de limpeza e adequação na Segunda Lagoa. Prova disso, é a vista geral que está agradando a todos que passam pelo local, principalmente moradores vizinhos.

Conforme o secretário da pasta, Toniel Fernandes, essa é a primeira etapa para o processo de recuperação da vegetação nativa, por meio do plantio de mudas de espécies arbóreas na Segunda Lagoa. “Ao contrário do que alguns pensam, a lagoa não está sendo degradada ou desmatada, muito pelo contrário, estamos retirando todo o entulho, lixo, mato e vegetação invasora e preparando a área para receber o projeto de plantio”, argumentou.

Ele explica também que o local era ambiente de descarte de entulho, lixo, galhada, móveis e segundo relatos, até mesmo desova de cadáveres. “Foi necessário fazer a limpeza do solo para que ocorresse o nivelamento e retirada dos resíduos. Este mesmo processo de limpeza foi iniciado no ano de 2018, em área que no momento já se encontra recoberta por vegetação rasteira invasora, a qual é controlada, por meio de roçadas a trator”, completou.

PROJETO

O projeto, segundo Toniel, contempla o entorno da lagoa com o plantio de árvores nativas, beneficiando aves e outros animais da região, além de proteger o solo ao redor da lagoa.

Além disso, o plantio das árvores é o primeiro passo para a recuperação ambiental da área, a partir disto, outros recursos de compensação poderão ser destinados para a região, no sentido de custear obras que tornarão a área atrativa a visitantes, fomentando o turismo regional.

O plantio é fruto de compensação ambiental de uma obra licenciada pelo IBAMA, no caso o Sistema de Monitoramento de Fronteiras (SISFRON), o qual está vinculado ao Ministério da Defesa.

Para o fiscal ambiental da SEMEA, Flávio Fardin, a Segunda Lagoa já começa a perder o aspecto de abandono, devido aos trabalhos realizados e a luta para a recuperação da qualidade ambiental da região.

“Cabe lembrar que a região das lagoas está sob um regime especial de proteção. A área foi transformada em uma Unidade de Conservação (UC) pelo Decreto Municipal nº 188 de 13 de dezembro de 2016. O IBAMA aprovou a destinação do projeto de plantio compensatório do SISFRON justamente pelo fato da área ser uma UC, caso não fosse, o projeto seria destinado para outros locais do Estado”, disse.

A compensação consiste na recuperação de 8,4 hectares de vegetação nativa, executada pela empresa Casa da Floresta Assessoria Ambiental e o projeto será custeado pelo SISFRON. Em contrapartida, o Município realizou a limpeza da área para que seja realizado o plantio, o qual está previsto para outubro, e fiscalizará o trabalho.

“Estaremos dando apoio e fiscalizando ao projeto, mesmo porque a Segunda Lagoa é nosso patrimônio e está incluída na Unidade de Conservação Monumento Natural das Lagoas; o projeto do SISFRON vem ao encontro das iniciativas de recuperação previstas para a região” complementou o Fiscal Ambiental Flávio Fardin.

“Estaremos dando apoio e fiscalizando ao projeto, mesmo porque a Segunda Lagoa é nosso patrimônio e está incluída na unidade de conservação Monumento Natural das Lagoas; o projeto do SISFRON vem ao encontro das iniciativas de recuperação previstas para a região” concluiu.

 

DIRETORIA DE COMUNICAÇÃO

 

Versão Impressa

×

Edição 538 - 21 de Stembro de 2019

Jornal Impresso



Mais Lidas

    
  1. PSICOLOGIA AEMS: MAIS UM RECONHECIMENTO DO MEC
  2. Longe dos problemas na Coluna
  3. ‘Não desistiremos do Brasil’, diz viúva
  4. Rodada define semifinalistas do Sul-Mato-Grossense sub-19
  5. Desmatamento na Amazônia já afeta o clima. Entrevista com Antonio Donato Nobre, INPE