25 de Maio de 2020

(67) 3521-0808


Home
Meio Ambiente Cidade Política Geral Poesias Economia Dr. Sérgio Luís Entretenimento Esporte
Fotos Vídeos Contato 103 Anos de Três Lagoas
×





22/04/2020

Os Espíritos que nos protegem .

conta-se que um pai procurava um acompanhante para seu filho, de nome Tobias, jovem e inexperiente, que deveria realizar longa e perigosa viagem. Um moço se apresentou e foi selecionado por aquele pai, iniciando-se a viagem. Em certo momento da jornada, um peixe muito grande foi pescado por Tobias e seu acompanhante o orientou para que tivesse o cuidado de extrair o fígado do animal e guardá-lo, cuidadosamente. No percurso, mais de uma vez, os conselhos e cuidados do moço foram especialmente importantes para o êxito da viagem. Os dois chegaram ao seu destino, Tobias concretizou a tarefa que lhe incumbira seu pai e retornaram, sãos e salvos. Grande foi o júbilo daquele pai em ter de retorno seu filho, ileso, com saúde. Ao agradecer, de forma efusiva, ao dedicado acompanhante, é surpreendido com uma atitude dele. O jovem orienta Tobias para que prepare, de forma peculiar, o fígado do peixe que havia sido pescado na viagem. Depois, lhe diz para que coloque a pasta que fizera sobre os olhos do seu pai, que era cego. Para surpresa de todos, esse logo teve restaurada a sua visão. Ainda mais reconhecido, o pai deseja recompensar regiamente aquele homem. Contudo, ele desaparece ante seus olhos, dando-se conta todos de que se tratava de um anjo do Senhor. Este relato nos diz da dimensão do atendimento espiritual. Um mensageiro celeste se faz visível e cuida, com desvelo, de uma família. Acompanha o jovem filho na longa viagem. Auxilia-o a cumprir a missão de que lhe incumbira o pai. Orienta-o, ademais, no preparo de medicação que propiciará a cura da cegueira do patriarca da família. Quantas bênçãos dispensadas! Assim também é na nossa vida, embora com maior sutileza. Todos os dias, através de intuições, de ideias felizes, nos chegam orientações de procedimentos a serem adotados, em situações específicas. Quase sempre, levamos à conta de nossas próprias ideias, sem agradecermos aos mensageiros de Deus por isso. Vezes incontáveis somos salvos de perigos iminentes, desviados de situações embaraçosas por esses abnegados seres espirituais, que por nós velam, a mando do Pai de todos nós. Eles se mostram sempre atentos, desincumbindo-se de forma especial de suas missões. Se prestarmos atenção, poderemos lhes perceber as presenças amigas, inúmeras vezes, socorrendo-nos, auxiliando-nos. Busquemos lhes seguir as vozes para sermos mais felizes e exitosos em todos os nossos empreendimentos.

Redação do Momento Espírita, com base no livro bíblico O livro de Tobias. Em 6.1.2017.

Redação do Momento Espírita

 

Versão Impressa

×

Nº 545 - 22 de maio de 2020

Jornal Impresso



Mais Lidas

    
  1. PSICOLOGIA AEMS: MAIS UM RECONHECIMENTO DO MEC
  2. Longe dos problemas na Coluna
  3. ‘Não desistiremos do Brasil’, diz viúva
  4. Rodada define semifinalistas do Sul-Mato-Grossense sub-19
  5. Juiz federal Fernão Pompêo de Camargo é destaque