Quinta-Feira, 06 de Maio de 2021

(67) 3521-0808


Home
Meio Ambiente Cidade Política Geral Cultura Economia Internacional Entretenimento Esporte Saúde Ciência e Tecnologia Turismo
Fotos Vídeos Contato 103 Anos de Três Lagoas
×





26/04/2021

Mais de mil vagas de emprego m Campo Grande - MS e no interior de Mato Grosso do Sul, estão disponíveis na Funtrab/MS

De carpinteiro a farmacêutico, a Funtrab/MS oferece nesta segunda-feira, dia 26, 1097 oportunidades de emprego em todo o Mato Grosso do Sul. Na Capital, Campo Grande são 270 vagas disponíveis, e o restante se divide entre 26 municípios. Destaque para Miranda, Dourados e Itaquiraí, todos com mais de cem oportunidades cada.

É possível encontrar vagas disponíveis para auxiliar de linha de produção, carpinteiro, dedetizador, costureira, encanador, farmacêutico, instalador de alarme, tratorista agrícola, entre outras.

O detalhamento das vagas, endereços, telefones e horários de funcionamento das unidades da capital e do interior do Estado podem ser conferidos no site da fundação www.funtrab.ms.gov.br.

E por falar em oportunidades no mercado de trabalho, só no primeiro trimestre deste ano foram disponibilizadas 10.205 vagas de empregos em todo o Mato Grosso do Sul, por meio da Funtrab/MS.

Os setores que se destacam são: agropecuária com 4.055 oportunidades de empregos, comércio (1.760), serviços (1478), e indústria (1.250). 

Já os 10 municípios que mais oportunizaram vagas foram: Amambaí, Campo Grande, Dourados, Aquidauana, Iguatemi, Caarapó, Miranda, Ponta Porã, Sonora e Nova Andradina. 

Governo de MS

 

Versão Impressa



Mais Lidas

  1. Trabalhadores podem receber uma bolada esse mês com a correção do FGTS
  2. Índia registra novo recorde mundial com mais de 400 mil casos de Covid em 24 horas
  3. O ator e humorista Paulo Gustavo é mais uma vítima da covid-19 e morre aos 42 anos
  4. Justiça Federal proíbe governo Bolsonaro de promover cloroquina e ivermectina "kit covid"
  5. Ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta abre CPI da Covid-19 nesta terça expondo negacionismo de Bolsonaro e obsessão pela reeleição