Quinta-Feira, 06 de Maio de 2021

(67) 3521-0808


Home
Meio Ambiente Cidade Política Geral Cultura Economia Internacional Entretenimento Esporte Saúde Ciência e Tecnologia Turismo
Fotos Vídeos Contato 103 Anos de Três Lagoas
×





30/04/2021

"Só deve se preocupar com a CPI quem foi aliado do vírus" diz Senador Renan Calheiros

O senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Covid-19, apresentou nesta quinta-feira 29 a versão final do plano de trabalho da CPI. Na sequência, em entrevista coletiva em Brasília, declarou que “só devem ter preocupação os aliados do vírus. Quem não foi aliado do vírus não deve ter nenhuma preocupação”. O plano, frisa o parlamentar, “não pretende apontar aonde chegaremos com a apuração” e se trata de “um ponto de partida, uma linha inicial de investigação, que, naturalmente, será incrementada e enriquecida pelos depoimentos, perícias, estudos e documentos oficiais que serão reunidos ao longo do trabalho dessa CPI”. Sistematizado por Calheiros a partir das contribuições oferecidas pelos outros integrantes da CPI, o documento reforça que os objetivos são investigar as ações do governo de Jair Bolsonaro, “além daquelas ações potencialmente úteis e efetivas que não foram implementadas”, e apurar se as autoridades de saúde foram ou não omissas.

O plano de trabalho lista alguns dos principais alvos da investigação: as medidas – ou omissões – relacionadas ao isolamento social; a aquisição e a distribuição de vacinas e insumos; a compra e a distribuição de testes e respiradores; a habilitação de leitos; a diplomacia das vacinas; a produção e a distribuição de medicamentos sem eficácia comprovada; e a aquisição e a distribuição de ‘kits intubação’ e de oxigênio medicinal.

Também estão na mira o colapso da saúde no Amazonas, marcado pela falta de oxigênio e pela ‘omissão de autoridades’, e ações de prevenção e atenção à saúde indígena.

Após a apresentação do plano, Renan Calheiros e o vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), concederam uma entrevista coletiva para detalhar os próximos passos. O relator afirmou que a primeira semana de trabalhos da comissão foi “muito produtiva”.

6 perguntas que CPI deve responder sobre conduta do governo Bolsonaro na pandemia

1. O governo federal foi omisso ou não na aquisição de vacinas?

2. Houve omissão do governo federal na crise de falta de oxigênio que levou Manaus a colapso?

3. O governo Bolsonaro colocou a população em risco ao estimular 'tratamento precoce' mesmo sem eficácia comprovada?

4. O presidente pode ser responsabilizado por estimular aglomerações e vetar trecho de lei que obrigava uso de máscaras?

5. Qual foi a influência da interrupção do auxílio emergencial na crise sanitária?

6. Governo federal pode responsabilizar Estados e municípios pela crise?

*Com informações da Carta Capital e BBC Brasil

Da Redação

 

Versão Impressa



Mais Lidas

  1. Trabalhadores podem receber uma bolada esse mês com a correção do FGTS
  2. Índia registra novo recorde mundial com mais de 400 mil casos de Covid em 24 horas
  3. O ator e humorista Paulo Gustavo é mais uma vítima da covid-19 e morre aos 42 anos
  4. Justiça Federal proíbe governo Bolsonaro de promover cloroquina e ivermectina "kit covid"
  5. Ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta abre CPI da Covid-19 nesta terça expondo negacionismo de Bolsonaro e obsessão pela reeleição