Vídeos Quem Somos Contato
Você sabia que pode ser um observador de pássaros e ajudar a preservar diversas espécies?
01 de fevereiro de 2024 08:55
Você sabia que pode ser um observador de pássaros e ajudar a preservar diversas espécies?
Foto: Assessoria de Comunicação

A Prefeitura de Três Lagoas, por meio da Diretoria de Turismo, em parceria com o Instituto Mamede – Pesquisa Ambiental e Ecoturismo, está formando um grupo de observadores de aves e cadastrando pessoas interessadas em contribuir para a preservação de diversas espécies, compartilhando registros de pássaros que fazem parte do nosso cotidiano.

“Qualquer pessoa pode ser uma observadora de pássaros. Por meio da ciência cidadã, qualquer pessoa que se interesse pela atividade de observar aves, mesmo que não seja um cientista profissional, poderá disponibilizar suas fotos e o local de onde foram tiradas, contribuindo significativamente para coletar dados sobre a distribuição e as populações das nossas espécies de aves”, explicou a diretora de Turismo do Município, Lidiane Ferreira.

Quer saber como fazer birdwatching?

  • Faça registros das aves que você observar: pode ser uma foto, vídeo ou gravação da vocalização.
  • Anote algumas características das aves que você observar: tamanho, cor, pintas, listras, local e comportamento. Tudo isso ajuda muito na identificação da espécie.
  • Não importa se você está observando poucas aves: qualquer quantidade vale, inclusive aves solitárias.
  • Quanto mais você praticar, mais fácil será encontrar os animais.
  • Se facilitar, conte as aves em voz alta.
  • Se estiver difícil identificar os indivíduos para contar, tente fotografar o bando observado para contar a partir da foto, ganhando prática com o tempo.
  • Caso um animal pareça estar incomodado ou estressado, afaste-se.
  • Mantenha-se longe de ninhos.
  • Evite o uso de flash e iluminação artificial, especialmente perto de ninhos.
  • Mantenha-se sempre em trilhas sinalizadas e nunca invada áreas restritas ou particulares.
  • Alguns observadores mais experientes usam gravações da vocalização de aves (playback) para atrair aves na natureza, mas é importante tomar alguns cuidados. Use esse recurso moderadamente, sempre em volume mais baixo que a vocalização natural da ave e por tempo limitado. Lembre-se: nunca use playback perto de ninhos.

“A observação de aves é uma das atividades mais democráticas, segundo seus praticantes. Não tem limite de idade, pode ser feita de qualquer lugar e não precisa de nenhum tipo de formação específica para se tornar adepto. Além disso, quem pratica o birdwatching também percebe benefícios para a saúde. Está sendo indicado por especialistas para o tratamento de doenças como depressão”, destacou Lidiane.

O que é necessário para ser um observador?

Para ser um observador de pássaros, é necessário ter um “kit iniciante”, que inclui um par de binóculos e um guia de aves. Existem sites, como o Wiki Aves, que funcionam como guia online, mas os observadores indicam um guia impresso.

  • Onde observar: para os observadores, é possível fazer birdwatching de qualquer lugar. Da janela de casa, de uma praça local, ou de um parque metropolitano. Basta parar, ouvir e olhar ao redor.
  • Ajudas extras: há aplicativos para celular que podem ajudar quem quer começar. Alguns reconhecem a localização do usuário e indicam quais espécies habitam a região. Outros reconhecem o canto das aves e auxiliam na identificação. Além disso, existem sites específicos para consultar e divulgar as espécies avistadas. Os observadores indicam o site Wiki Aves e os apps eBird, Merlin Bird ID e BirdNET.

Para se cadastrar como observador, basta entrar em contato com a Diretoria de Cultura pelo telefone/WhatsApp (67) [número de telefone] munido de documento de identificação oficial.

Instituto Mamede de Pesquisa Ambiental e Ecoturismo

A equipe do Instituto Mamede de Pesquisa Ambiental e Ecoturismo, parceiro da Prefeitura de Três Lagoas, esteve na cidade na sexta-feira (19). As pesquisadoras Simone Mamede, Maristela Benites, Suzana Arakaki e Simone Orbieta Arruda fazem parte do grupo de observadoras de Aves “Cunhataí Guyra”. Durante a visita, as pesquisadoras mapearam o Parque Natural Municipal do Pombo e realizaram o reconhecimento do Parque das Capivaras.


Assessoria de Comunicação Prefeitura de Três Lagoas






Mais Lidas
  1. Pistoleiro e matador Antônio Joaquim Aragão conhecido por “Camisa de Couro” morou em Três Lagoas
  2. Longe dos problemas na Coluna
  3. Como um município cresce economicamente?
  4. Renovação de frota motiva venda de caminhões usados
  5. Desmatamento na Amazônia já afeta o clima. Entrevista com Antonio Donato Nobre, INPE

Ver