Vídeos Quem Somos Contato
Fiscalização recebe 8 denúncias e notifica estabelecimentos, festa, campos de futebol e igreja em cumprimento a decretos
19 de julho de 2021 10:29
Fiscalização recebe 8 denúncias e notifica estabelecimentos, festa, campos de futebol e igreja em cumprimento a decretos
Foto: Assessoria de Comunicação Prefeitura de Três Lagoas

Mais uma fiscalização foi realizada nos dias 16, 17 e 18 de julho, com objetivo de diminuir a proliferação da COVID-19 em Três Lagoas, por meio da ação “De Olho no Coronavírus”.

Segundo as informações divulgadas na manhã desta segunda-feira (19), pela Vigilância Sanitária, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), durante esses três dias a fiscalização recebeu 8 denúncias. Dez estabelecimentos foram notificados e 23 pessoas foram abordadas, além de 06 festas em residências e 3 festas clubes, 03 campos de futebol e 01 igreja.

A ação promovida pela Vigilância Sanitária conta com apoio dos servidores da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SEDECT) e da Infraestrutura, Transporte e Trânsito (SEINTRA), bem como do Meio Ambiente e Agronegócio (SEMEA), Assistência Social (SMAS), Administração (SEMAD), Polícia
Militar Ambiental (PMA), Polícia Militar (PM), Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Ministério Público (MP).

DENÚNCIAS

Para combater o avanço dos casos de COVID-19 é disponibilizado um canal para denunciar estabelecimentos e pessoas que descumpram as regras de prevenção e aglomerações previstas no decreto municipal. As denúncias devem ser feitas através do telefone (67) 3929-1861 de segunda a sexta-feira (das 7h às 17h), após esse horário e aos finais de semana o telefone é o 190 da Polícia Militar.


Prefeitura de Três Lagoas






Mais Lidas
  1. Edificações nos rios de Três Lagoas (MS) é tema de reunião solicitada pela SEDECT à empresa CTG Brasil
  2. Governo de Mato Grosso do Sul inicia pagamento de auxílio aos profissionais de turismo nesta quarta-feira (15)
  3. Veículos com placa final 9 devem ser licenciados até o dia 30
  4. Base e oposição ao governo querem mudanças no novo Bolsa Família
  5. Brasil investe US$ 1 bilhão em importação de placas solares por ano, diz estudo

Ver